Esclarecimento: Morte de abelhas em apiários no bairro Piratuba

Na quarta-feira, dia (12/12), apicultores do bairro do Piratuba, procuraram a Secretaria de Agricultura preocupados com a morte súbita em massa de abelhas dos seus apiários, e também das que se encontravam nas matas vizinhas.

Prontamente, a Secretaria deslocou sua equipe ao local para vistoriar a região e os apiários, coletar dados, históricos e amostras das abelhas, para assim serem enviadas a um laboratório especializado.

Foi realizado contato com diversas universidades e centros de pesquisa de todo o País, a fim de localizar especialistas que pudessem ajudar. Por indicação dos pesquisadores e especialistas se chegou até a instituição "Projeto Colméia Viva".

Tanto os pesquisadores, como a "Colméia Viva" indicaram o único laboratório especializado em apicultura que pode realizar as análises necessárias das abelhas. O procedimento está na fase final dos trâmites burocráticos para o envio das amostras para análise.

Apesar do alto custo das análises, o prefeito João Mello, entendendo a urgência e a gravidade do caso, autorizou as despesas por entender que há uma necessidade de se resolver o problema da causa da morte dessas abelhas.

“Qualquer conclusão ou suposição sobre o que poderia ter matado as abelhas, sem as análises e estudos necessários, seria levianismo e falta de profissionalismo de nossa parte. Portanto, estamos aguardando os resultados, para concluirmos o que ocorreu, ou tomarmos outra linha de pesquisa para esclarecer o fato”, ressaltou Fernando Torre, secretário de Agricultura.

Mais informações pelo telefone (15) 3241.2410.

registrado em: ,