Ibiúna supera metas e amplia em mais de 30% as vagas em creches

A Prefeitura de Ibiúna está mudando o cenário educacional do município ao superar metas estabelecidas no Plano Municipal de Educação. Em janeiro de 2017, no começo da atual gestão, 780 crianças na faixa etária entre seis meses a três anos estavam matriculadas no sistema da Secretaria Escolar Digital. Ao final de dezembro daquele mesmo ano, após algumas adequações e mudanças de prédios, o total matriculado atingiu 936. Hoje, são mais de 1040 crianças dessa faixa etária frequentando as creches da cidade, um aumento superior a 30% em relação ao início de 2017.

 

Conforme o Plano Municipal de Educação, homologado pela Lei Municipal n.º 2006 de 19 de Junho de 2015, a primeira meta a ser cumprida era a ampliação da oferta de vagas da Educação Infantil em creches de forma a atender 70% da demanda de pais que desejam realizar a matrícula de seus filhos até o ano de 2022, vigência do Plano Municipal.

Com o total já alcançado neste ano, a Prefeitura conseguiu ultrapassar essa meta cinco anos antes do prazo e atende atualmente em torno de 77% da demanda dos pais por vagas nas creches municipais.

 

"A falta de vagas na Educação Infantil, especificamente no atendimento de creches, é um problema enfrentado em todo o país. Para reverter esse cenário em Ibiúna, estamos trabalhando bastante para ampliar a oferta de vagas e o nosso objetivo é zerar esse déficit", afirma o gestor municipal.

 

Por isso, os investimentos em educação não param. Mesmo já tendo superado as metas, a Secretaria de Educação de Ibiúna inaugurou esse ano mais um prédio, a E.M. "João Batista Dias", no bairro Carmo Messias; e segue com a construção de três creches nos bairros Sorocabuçu (Gabriel), Paruru e São Lucas, em parceria com os governos federal e estadual; além da ampliação da E.M. "Cezira Bolgioni Folena".

 

Segundo a Secretaria Municipal de Educação, o aumento da oferta de vagas em creches reflete na qualidade do Ensino como um todo, uma vez que a educação formativa deve começar bem cedo. "Investir na educação infantil reflete positivamente no desenvolvimento das crianças nas etapas posteriores de ensino. Assim, a demanda dos pais por creche é uma prioridade que é nossa também", ressalta o executivo.

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.