1º Feirão do Emprego Ibiúna recebe grande público

 

Remando contra a maré. É assim que Ibiúna está, quando o assunto é emprego. Na direção contrária ao Brasil, que tem quase 14 milhões de desempregados, a Prefeitura realizou o Feirão do Emprego, na última quinta-feira (25). Foram 243 pessoas atendidas e 57 oportunidades de emprego geradas.

De acordo com os dados da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio, foram 91 encaminhamentos para entrevistas, 110 currículos para atualização, 14 seguro desemprego e 8 novas carteiras de trabalho. Além de 82 pessoas participando da palestra da ETEC, 68 do Sebrae e 20 da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

“Na microrregião que fazemos parte, temos o maior saldo entre contratações e demissões, no período de janeiro e agosto deste ano, um saldo positivo de 466 contratações. É muito relevante para o atual cenário nacional de desemprego. Agradeço e parabenizo cada um de vocês que estão aqui, procurando uma oportunidade no mercado de trabalho, só assim poderemos reverter essa situação e gerarmos ainda mais emprego”, disse o prefeito João Mello, na oportunidade.

Números importantes

Ibiúna, como disse o prefeito João Mello, tem o maior saldo entre contratações e demissões na microrregião, de acordo com o ranking do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego. Entre janeiro e agosto, deste ano, foram 3.277 pessoas contratadas e 2.811 demitidas, um saldo positivo de 466 vagas. O município que mais se aproxima de Ibiúna, tem saldo de 311.

“Estamos na contramão do Brasil que teve o pior mês de outubro dos últimos anos. Como mostram os números do Caged, Ibiúna vem gerando emprego e oportunidades para seus habitantes, como na construção civil, prestação de serviços e no comércio”, elenca o prefeito João Mello.

  

registrado em: ,