Em evento inédito no Brasil, Ibiúna sedia o Pré-Pan de beisebol 2019

A Estância Turística de Ibiúna tem muitas tradições. A Festa de São Sebastião, talvez, seja a principal delas, mas quando se fala em esporte, algumas pessoas deixam o futebol de lado e pensam no beisebol. Isso se deve a grande colonização que a cidade recebeu dos japoneses. O fruto disso é o município sediar o Pré-Panamericano da modalidade, pela primeira vez disputado no Brasil, nos dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro.

Os Jogos Pan-Americanos de 2019 serão disputados em Lima, no Peru, mas Ibiúna pode se sentir como parte da festa, já que quatro das oito seleções que disputarão o torneio de beisebol sairão da cidade. A Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol (CBBS) escolheu o Centro de Treinamento Yakult, sediado em Ibiúna e o maior da América do Sul, como uma das sedes da competição. A outra seria o Estádio Mie Nishi, localizado no bairro do Bom Retiro, capital Paulista, que devido às chuvas não pode receber as partidas.

Com todos os jogos sendo disputados em Ibiúna, o município recebeu, assim, as seleções do grupo A: Brasil, Nicarágua, México e República Dominicana para a cidade. O Grupo B, com Canadá, Colômbia, Panamá e Venezuela, já tinha a cidade como sede.

“Estamos felizes e orgulhosos em poder sediar um evento histórico e desse porte em Ibiúna, que tradicionalmente é muito forte no beisebol. Esperamos que a Seleção Brasileira consiga uma das vagas, pois sabemos que os meninos representam muito bem essa camisa. Temos jogadores de Ibiúna entre os convocados. Fica nossa torcida”, disse o prefeito João Mello.

Os jogos

As arquibancadas do campo 1 do CT Yakult estavam cheias, com presença de torcedores e jornalistas, mas os resultados para o Brasil não foram bons. Derrotas para México, por 13 a 3 e, para República Dominicana por 3 a 2.

A Seleção Brasileira, conhecida como Arara Azul, têm remotas chances de classificação para o Pan-Americano. Para alcançar o feito, precisa vencer Nicarágua por boa vantagem e torcer por vitória da República Dominicana sobre o México.

Ibiúna celeiro de bons jogadores

Ao ser anunciada como sede do Pré-Panamericano de beisebol, Ibiúna, que já recebeu diversas seleções do mundo e anualmente é casa da seletiva da Major League Baseball (MLB), maior liga da modalidade do planeta, tem sua história com o esporte reconhecida.

Daqui saíram diversos jogadores que chegaram a assinar contratos profissionais com franquias da MLB, como Felipe Talos e Lucas Rojo, que jogaram na Venezuela, pelas equipes de desenvolvimento de Seattle Mariners e Philadelphia Phillies, respectivamente.

Apesar de não serem nascidos em Ibiúna, André Rienzo, primeiro arremessador brasileiro a jogar na MLB, Thiago Vieira e Luiz Gohara, que também jogam no montinho, passaram pelo CT Yakult antes de assinarem contratos com equipes da Major League. Os três já chegaram no patamar mais alto do beisebol mundial.

Na Seleção do Pré-Pan a cidade tem cinco representantes: O defensor interno Lucas Rojo, o defensor externo Felipe Talos e o receptor Arthur Carvalho, além do preparador físico Felipe Godinho e do técnico de rebatedores Marcos Guimarães, conhecido como Sossa.

registrado em: ,