Ibiúna está em estado de alerta contra o Aedes aegypti

 

A Prefeitura de Ibiúna, através da equipe da Vigilância Ambiental, realizou durante o mês de janeiro a Avaliação de Densidade Larvária (ADL), que permite um rápido levantamento sobre a infestação no município. O resultado apontou que a cidade está em estado de alerta.

Dos 600 imóveis visitados no primeiro mês do ano, em 35 foram encontrados larvas, sendo que em 13 o resultado foi positivo para o Aedes aegypti, mosquito responsável pela transmissão de doenças como Dengue, Zika vírus e Febre Amarela. O índice de infestação, no momento, é de 2,17%.

“Pedimos para que os ibiunenses tomem muito cuidado com água parada em recipientes, que podem se tornar criadouros do Aedes aegypti. Então, alertamos para a eliminação de qualquer local que possa acumular água”, disse o secretário de Saúde Samuel Rodrigues.

registrado em: ,